Notícias

Dra. Cláudia Oliveira Ferreira veio reforçar a nossa equipa

2022-08-23

Dra.

Partilhamos aqui a entrevista da Dra. Cláudia Oliveira Ferreira publicada na nossa newsletter 1/2022.

O que a levou a escolher Oftalmologia

Em criança, e até à adolescência quis ser Jornalista. No entanto, a Medicina tem o raro privilégio de permitir ajudar e melhorar a qualidade de vida das pessoas e, por esse motivo, optei por este curso. Desde a faculdade que decidi que queria uma especialidade cirúrgica e durante muitos anos quis ser Cirurgiã Geral. Contudo, após estabelecer contacto com a Oftalmologia, percebi o quão completa é esta especialidade, no sentido em que permite que realizemos consulta, tratamentos laser, cirurgia e ainda exames complementares de diagnóstico, como a Ecografia e Angiografia que são realizados e interpretados por nós, Oftalmologistas. Adicionalmente, fascinou-me o facto de ser uma especialidade extremamente minuciosa, diversificada, complexa, numa rodopiante e vertiginosa mudança e evolução, e que permite um estreito contacto com áreas de inovação tecnológica.

 

Alem de ser Oftalmologista, o que mais gosta de fazer.

Gosto de muito de estar ao ar livre e por isso, nos períodos de lazer, é frequente passear em parques verdes, de preferência na companhia da minha família e dos meus cães e gatos. Sou viciada em concertos e livros. Bem, pode não ser um hobby, mas adoro comer, adoro experimentar sabores.

 

Como vê o seu crescimento como médica Oftalmologista

Vejo o meu crescimento assente em três domínios:

- Na componente clínica (médica e cirúrgica): espero que exista uma potenciação e contínuo desenvolvimento de competências, na assistência avançada ao doente com patologia oftalmológica. Não menos importante, espero continuar a exercer a minha profissão regida por princípios éticos e de forma humanizada.

- Na componente formativa: uma vez que a Medicina (e ainda mais a Oftalmologia) está em constante evolução, é necessário que um médico seja capaz de acompanhar essa trajetória. É, por isso, fundamental investir na formação contínua, de forma a aprender e desenvolver novas aptidões, bem como aperfeiçoar e atualizar as previamente adquiridas, através da participação em congressos e cursos, leitura de artigos científicos, e diálogo/observação de outros colegas.

- Na vertente assistencial/científica: para se almejar a evolução na Medicina é importante desenvolver e contribuir para a investigação científica e clínica. Nesse sentido, espero terminar o meu doutoramento e dar continuidade ao trabalho desenvolvido até então. Além disso, quero continuar a participar na formação dos colegas mais novos, sejam eles estudantes de medicina ou internos de especialidade, e transmitir-lhes os melhores conhecimentos possíveis, para se tornem nos mais completos e melhores médicos do amanhã.

 

Que mais valias trará a sua integração na equipa

Quando integrei a equipa sabia que seria um desafio e que exigiria um crescimento profissional contínuo. Além dos conhecimentos sólidos e aptidões médico-cirúrgicas no domínio da Oftalmologia, mais particularmente na área da Retina e Inflamação ocular, trago empatia e capacidade de ouvir. Além disso, sendo eu de Vila Nova de Famalicão e tendo passado, desde a infância, férias na Póvoa de Varzim, trago para o consultório a proximidade e o conhecimento das necessidades das pessoas desta região.

VOLTAR

NEWSLETTER
Siga-nos
facebook vimeo

© 2015. Todos os direitos reservados.
Design e desenvolvimento: LinkAge