Notícias

Olho seco, Ómega 3 e compressas húmidas

2018-04-11

Um estudo realizado na Califórnia e publicado em fevereiro passado numa revista científica demonstra que a utilização de altas doses de ómega 3 combinado com a utilização diária de compressas húmidas e aquecidas tem um efeito significativo na redução da sintomatologia associada ao síndroma do olho seco.

No "olho seco" há um conjunto de sinais e sintomas que são um reflexo de disfunções da lágrima natural que protege o olho. É uma situação muito frequente que pode ser tratada e melhorada. Infelizmente ainda não há um protocolo bem definido para estas situações pois elas diferem um pouco no tipo e grau de alterações.

O estudo mencionado estima que 25% da população nos Estados Unidos da América sofre de olho seco ou de alterações da superfície ocular. O trabalho visou avaliar a eficácia de um procolo específico que incluíu durante 1 mês comprimidos em alta dose de omega 3 e a aplicação diária de compressas húmidas e aquecidas sobre os olhos fechados durante 15-20 minutos. Foi utilizado um questionário (OSDI) muito conhecido para quem trabalha nesta área assim como a avaliação clínica de alguns parâmetros como o "tear break up time" para se verificar a eficácia deste tratamento ao fim de 4 semanas.
No que se refere ao questionário quase 50% dos pacientes sentiram um alívio relevante das queixas que tinham, sendo que 46% refere ter ficado mesmo assintomático. No teste de "tear break up time" houve também melhorias estatisticamente significativas.

Este trabalho vem apoiar aquilo que temos feito na clínica que é uma mistura de lubrificação/hidratação dos olhos com o aumento do "óleo" da lágrima natural (utilização regular de omega 3) para além de anti-inflamatórios tópicos (gotas) num curto período inicial e em SOS. Também por vezes utilizamos um tratamento com luz pulsada que visa obter um efeito melhorado quando comparado com uma possível utilização de compressas húmidas e quentes

VOLTAR

NEWSLETTER
Siga-nos
facebook vimeo

© 2015. Todos os direitos reservados.
Design e desenvolvimento: LinkAge